Sandrine Gameiro

Autora Compositora Intérprete

SoundCloud
Visit Us On FacebookVisit Us On TwitterVisit Us On YoutubeVisit Us On Instagram

  • Français
  • English
  • Português
  • Biografia

    Sandrine Gameiro nasceu na região parisiense, muito rapidamente a música faz parte da sua vida primeiro através da dança clássica e logo a seguir com o modern’jazz.

    Não obstante ter manifestado, desde pequena, interesse pelo canto, a canção chegou um pouco mais tarde, quando encontrou no recreio da escola Frédéric Wurtz (Francky Vincent…), na altura professor de música. Foi então que ela tomou consciência de ser dotada de uma voz bonita e de dominar as técnicas vocais que rapidamente impulsionaram a sua paixão pelo canto.

    Sandrine começa por integrar corais e grupos de canto que a conduzem naturalmente até aos palcos. Contudo continua os seus estudos que a desviam um pouco da música durante algum tempo.  Porém o destino musical bate-lhe à porta finais de 2001 quando Franck Gerber, na altura coordenador artístico do Morning de NRJ (6-9) lhe propõe uma oportunidade única de trabalhar com a equipa de animadores do programa na gravação das paródias da rádio.

    Após esta experiência que ela qualifica de divertida, enriquecedora e positiva, decide então integrar uma escola de música para «aprender a profissão»: através do teatro, da expressão cénica, das técnicas vocais, etc…. De vez em quando a jovem artista empresta a sua voz a projetos diferentes, abrindo a porta de vários estúdios de gravação.

    Sandrine Gameiro 01

    No caminho do sucesso, cruza-se com Jean Baptiste Farran, Laurent Marimbert (Jenifer, Nowenn Leroy, Daniel Darc…), ou ainda Laurent Manganas (Benjamin Biolay, Keren Ann…), com os quais ela colabora no seu 1° álbum intitulado «En équilibre» (Em equilíbrio), com tons de variedade jazz.

    Sandrine Gameiro vai desfrutar a seu lado de músicos de talento como Loïc Pontieux, Laurent Vernerey e Emanuel Vergeade. Terá também a sorte de trabalhar com autores talentosos como Tonie Behar, Pascale Baerhel, Corinne Ailleret, Philippe Hébrard (Florent Pagny), Philippe Goyon e Christine Lidon (les Native).

    As composições e arranjos musicais trabalhados finamente por Laurent Marimbert conjugados com a voz suave de Sandrine dão ao 1° álbum uma elegância subtil que nos fazem recordar artistas como Stacey Kent, Katie Melua, Lisa Ekdahl ou ainda Norah Jones…

    Começa assim uma série de concertos que lhe permitem exprimir plenamente o seu talento em salas parisienses : L’Entrepôt, le Réservoir, l’Opus, l’OPA,  entre outras. Também fora de Paris teve a oportunidade de subir ao palco do Casino de Lille, onde interpreta músicas do seu repertório em francês e retoma com muita sensibilidade alguns temas de sucesso da Bossa Nova da música latino-americana.

    Sandrine Gameiro 02

    Em 2011 a sorte bate-lhe à porta com a oportunidade de formar um duo com Miguel Ângelo, vocalista « Dos Delfins », no Hôtel de Ville em Paris. Um encontro que ela qualifica em palco como ‘revelador’.

    Após estes momentos mágicos, Sandrine começa a ponderar sobre a criação do segundo álbum no qual ela sente a vontade de investir-se ainda mais, escrevendo os seus próprios temas. Com alguma timidez deixa-se levar pela escrita apercebendo-se que finalmente preza tanto brincar com as palavras como cantar.    Com vários textos à sua volta começa então a procurar compositores dispostos a compor músicas para a sua letra.

    « A-Atípica, Utópica, Atómica e Única,… » eis algumas das palavras com que uma das suas novas canções começa, revelando assim as múltiplas facetas da sua personalidade. Na expetativa de um álbum mais pessoal do que o primeiro, Sandrine deixa mostrar com mais profundidade as suas emoções em palco.

    Sandrine Gameiro 03

    Mantendo sempre musicalmente sonoridades do jazz pigmentados com Bossa Nova, a artista faz alusão assim às suas origens portuguesas e os seus textos transmitem cada vez mais emoções fortes e comoventes.

    À espera da gravação do seu novo projeto, Sandrine Gameiro continua a subir ao palco acompanhada do baterista Jimmy Montout e do pianista Jimmy Tillier que desde há 7 anos adornam com veludo a sua voz sublime.

    • Jocelyn Dupuis - Photographe
    • Vincent Di Nicola - Webmaster
    • Luso Jornal
    • Blog LUSITANIE.INFO
    • Arena Poker Camp
    • Stéphane BACHELET - Pianiste
    • DAN INGER
    • Concerts

      Aucun concert / No concert / Nenhum concerto